Faça-se associado da AIMinho
Banner Balcão AIMinho 2020
Aiminho.pt

aiminho - Associação Empresarial

Portal de negócios






Soluciona
Email para envio de notícias de Associados
Clube do Empresário

Notícias

2017-01-27 AIMinho representou empresas do Norte em fórum que debateu o futuro da ferrovia na Euro-região

 A AIMinho participou, enquanto representante do tecido empresarial do Norte, no fórum “La Vertebración de la Eurorregión Galicia-Norte de Portugal a través del Ferrocarril”. Na sessão, decorrida ontem na sede da CEP em Vigo, marcaram também presença várias entidades de relevo como a CEP – Confederación de Empresários de Pontevedra, o Eixo Atlântico, os Governos Português e Espanhol e a Comissão Europeia.


Em análise esteve o presente e o futuro da ferrovia, com especial foco nas possíveis soluções e direções a seguir para potenciar o desenvolvimento da Euro-região e do seu tecido empresarial.

Segundo o presidente da AIMinho, António Marques, um dos intervenientes da sessão, a presença neste fórum foi crucial pois “é necessário que todas as vozes dos empresários do Norte e da Galicia se façam ouvir como uma só”. “A mobilidade ferroviária, seja de pessoas ou mercadorias, é da maior importância para a sustentabilidade e crescimento da Euro-região e todos unidos temos a força para fazer isso acontecer”, explicou.

A necessidade de uma crescente articulação ferroviária entre os dois países foi, assim, uma das conclusões mais prementes desta sessão, especialmente no que concerne aos planos de investimento e à ligação Porto-Vigo. Espanha já está a avançar nesta área e é necessário que Portugal faça o mesmo, compatibilizando as velocidades de investimento.

O secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme d’Oliveira Martins, confirmou o alinhamento do Governo português com esta necessidade. “Para o Governo, a ferrovia e, em especial, a ligação Porto-Vigo são uma prioridade”, afirmou.

No entanto, outra conclusão importante emergiu desta sessão. “Para garantir a competitividade e sustentabilidade económica e ambiental da Euro-região, não podemos focar-nos exclusivamente na ferrovia”, avançou o presidente da AIMinho, “é essencial que os diferentes meios se articulem e coordenem como um todo: ferrovia, rodovia, portos e aeroportos”.

O presidente da CEP, Jorge Cebreiros Arce, mostrou-se satisfeito com os resultados da sessão, considerando que “este fórum foi crítico para reforçar junto das autoridades competentes as necessidades dos empresários galegos e portugueses na área do transporte ferroviário e a sua importância para impulsionar a competitividade e garantir o acesso directo aos mercados europeus”.







Bookmark and Share

ver acção acção acção News AIMinho


Veja também:






Início | Anterior | 1 | 2 | 3 | 4 | Próxima | Fim

agenda


sugestoes


montra de associados